sc

SE VOCÊ ESTÁ VENDO ISSO, O SEU CLIENTE TAMBÉM VÊ... ANUNCIE AQUI!
iniciar        parar

21 de junho de 2018

Confira os nomes dos 8 deputados paranaenses que assinaram a CPI contra a Lava Jato

Esses deputados atuam como inimigos do povo, estão contra o Juiz Sérgio Moro, querem acabar com a Lava-Jato, querem livrar os "amiguinhos" da cadeia.


Rubens Bueno, Ricardo Barros e Osmar Serraglio. Caciques em seus partidos, assinaram requerimento da CPI e envergonham a população do Paraná.

Parece até brincadeira, mas é verdade: sete deputados federais do Paraná assinaram um documento que pede a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar o trabalho do Ministério Público Federal e da Polícia Federal na condução da Operação Lava Jato.
Idealizado por líderes de diversos partidos, o documento já contou com a assinatura de 190 deputados, mas depois da repercussão negativa que a notícia ganhou na opinião pública desde a segunda-feira passada (18), alguns deputados já retiraram assinatura e outro disseram que não sabia exatamente do que se tratava e vão retirar seus nomes do requerimento.

Quanto aos paranaenses, coube a 7 deputados a vergonha de assinar um documento que pretende investigar a atuação dos procuradores na Lava Jato, uma das maiores operações contra a corrupção no país.
Assinaram o requerimento: Assis do Couto (PDT), Alfredo Kaeffer (PP), Enio Verri (PT), João Arruda (MDB), Osmar Serraglio (PP), Ricardo Barros (PP), Rubens Bueno (PPS), Toninho Wandscheer (PROS) e Zeca Dirceu (PT).

Marquem estes nomes!
Alfredo Kaeffer (PP) divulgou nota na manhã desta terça-feira (19) dando conta de que deverá retirar seu nome do requerimento, salientando que assinou mesmo sem saber direito do que se tratava.

Este 8 deputados devem ser candidatos à reeleição e deverão bater à porta dos paranaenses pedindo votos nas eleições de outubro. Seria bom a população paranaense marcam bem que entende que as investigações da Lava Jato não devem prosseguir.

Afinal de contas, grande parte dos deputados estão enrolados em diversos escândalos de corrupção e somente com o enfraquecimento da Lava Jato poderiam ter alguma esperança de escapar de uma punição mais severa.
Menos mal que nenhum dos dois deputados que representam Ponta Grossa fizeram sequer menção de assinar esta CPI.

20 de junho de 2018

PIZZA: STF absolve Gleisi Hoffmann

Supremo Tribunal Federal (STF) absolveu nesta terça-feira (19) a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), e o ex-ministro Paulo Bernardo, marido dela, da acusação de corrupção e lavagem de dinheiro em um dos processos da Operação Lava Jato.

Também foi absolvido o empresário Ernesto Kugler Rodrigues, apontado como emissário do casal no recebimento do dinheiro.

18 de junho de 2018

Com nova diretoria, PV Sarandi fortalece grupo

Desde abril com nova comissão provisória formada em Sarandi, o PV (Partido Verde) segue fortalecendo a base no município. O partido agregou ao grupo político, membros de diversos setores da sociedade e indicou, inclusive, o nome do advogado Wlademir Garbúggio para as Eleições deste ano, além de costurar fortes alianças na região.

O evento de formação da comissão provisória ocorreu no início de abril, e teve a presença do presidente estadual do PV, Francisco Caetano. Participaram também o vice-prefeito de Maringá, Edson Scabora, o vice-prefeito de Jandaia do Sul, Cir Albieri, e o presidente do PV de Maringá, Ederley Alkamim. 

17 de junho de 2018

Enterro da menina Vitória tem patins ao lado do corpo... Muita comoção!

Segundo parentes e amigos, mãe passou mal e não conseguiu ir ao velório. Cerca de 2 mil pessoas, conforme a prefeitura, acompanharam o enterro da garota encontrada morta após 8 dias desaparecida.

O caso Vitória Gabrielly é um dos mais falados do momento e, nesse domingo, 17/06, teve o seu momento mais difícil. Cerca de duas mil pessoas estiveram no enterro de Vitória Gabrielly. A despedida da menina, que desapareceu enquanto andava de patins rosa, foi marcada por forte comoção e com a ausência da mãe. A mãe de Vitória Gabrielly passou mal e preferiu não estar nesse instante de adeus.

14 de junho de 2018

Agora vai: Prefeitura asfaltará o Jardim Santana em Sarandi.

O Prefeito de Sarandi, Walter Volpato, vem se desdobrando para cumprir seu plano de governo o qual garantiu asfaltar todos os bairros sarandienses.

Embora sabemos que para o objetivo ser alcançado depende de vários fatores, principalmente financeiros, as atitudes tomadas neste um ano e meio de mandato estão chamando a atenção dos munícipes que passaram a acreditar que a promessa pode ser cumprida. 

13 de junho de 2018

Se eu bato ponto, porque fulano não bate?

Tem coisa que não adianta agente falar, não adianta reclamar, então, nos resta publicar. Quero pedir atenção da administração pública para os ccs que não estão passando a digital, que não ta nem ai para cumprir o horário. Tem cc que fica o dia todo no computador mexendo com esquema de pirâmide, anda atoa, não comparece no trabalho, alias, só recebe o salário. 

Acho isso uma fronta ao povo sarandiense que paga nosso salário, é uma covardia com os funcionários de carreira e dos ccs como eu que passa a digital todos os dias.

Senhores secretários e diretores ao qual isso esteja acontecendo em suas secretarias, tomem providências pois a Lei é para todos.

O único cargo além do prefeito que não precisa "bater" o ponto é o de secretário, o restante tem que dar o exemplo.

Atenção RH e secretaria de administração, seria legal dar uma vasculhada nas secretarias para ver se a Lei está sendo cumprida.

Não é só meia dúzia de cc que precisa passar a digital, mas todos precisam. 

"Dê a Cézar o que é de Cézar e ao povo o que é do povo".

Professores da educação infantil adiam greve por um dia em BH

Os professores da rede municipal de educação infantil de Belo Horizonte decidiram suspender a greve da categoria por um dia, até uma reunião de negociação com o prefeito Alexandre Kalil (PHS), nesta quarta-feira (13). A paralisação já dura 50 dias.


Os servidores pedem equiparação do plano de carreira dos professores do ensino fundamental, porém a prefeitura alega que não há verbas para isso. No início deste mês, Kalil suspendeu as negociações com o grupo, após professores não retomarem às atividades.

Mais um recurso de Lula para deixar prisão é negado

O ministro Felix Fischer, relator da Lava Jato no Superior Tribunal de Justiça (STJ), decidiu nesta terça-feira (12) rejeitar mais um pedido feito pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Desta vez, o ministro negou pedido para que Lula seja solto e aguarde em liberdade até que o tribunal julgue o recurso contra a condenação. Ao decidir o caso, Fischer entendeu que o recurso protocolado não tem o poder de suspender a sentença.