sc

SE VOCÊ ESTÁ VENDO ISSO, O SEU CLIENTE TAMBÉM VÊ... ANUNCIE AQUI!
iniciar        parar

4 de outubro de 2014

Record e Universal comemoram eliminação de Maroni de A Fazenda

A eliminação do empresário Oscar Maroni de A Fazenda 7 foi festejada nos bastidores da Record e por membros da Igreja Universal do Reino de Deus, principal "patrocinadora" da emissora.

Profissionais não ligados à igreja ficaram aliviados com a saída de Maroni porque anunciantes estavam se recusando a investir no reality show. Eles argumentavam que não queriam ver suas marcas e produtos relacionados a um programa que tinha como participante o dono da boate Bahamas, em São Paulo, frequentada por garotas de programa. Tanto Maroni quanto a Bahamas já foram denunciados pelo Ministério Público do Estado de São Paulo por favorecimento à prostituição.

Executivos da área comercial acreditam que agora, sem Maroni, será mais fácil vender A Fazenda no mercado publicitário.

Já os bispos e pastores da Universal, principalmente os que não trabalham na Record, agradeceram a Deus pela eliminação do autointitulado "empresário do prazer". Maroni vinha usando A Fazenda para divulgar seus negócios, principalmente a boate Bahamas. Em conversa com outros participantes, ele revelou que já se prostitituiu "umas cinco, seis vezes, pela brincadeira". E incentivou investimentos no ramo da prostitiuição: "Se eu contar o dinheiro que isso faz, você cai para trás", afirmou.

Também não pegou bem para os religiosos o comportamento de Maroni. O empresário tomava banho nu diante das câmeras e das mulheres participantes do reality show. Chegou a propor um relacioanmento com a peoa Bruna Tang. Tanto Maroni quanto Bruna são casados, e o casamento é uma instituição das mais valorizadas por Edir Macedo, líder da Igreja Universal.

Maroni foi eliminado na primeira roça de A Fazenda 7, na noite desta quinta-feira (2). Segundo a emissora, ele teve 59% dos votos. Durante o dia, enquetes na internet apontavam para uma disputa equilibrada entre Maroni e o ex-Menudo Roy Rosselló.(UOL)
Postar um comentário