14 de julho de 2015

Preso em Marialva suspeito de estuprar e matar Beatriz Pacheco

Foi preso na tarde dsta segunda feira(13), em Marialva, o suspeito de raptar, estuprar e matar a menina Beatriz Silva Pacheco Gonçalves de 10 anos. O crime que aconteceu em Sarandi em junho de 2012. O suspeito, de 46 anos, foi preso na Vila Antônia, em Marialva, pela Polícia Militar (PM).

Uma denúncia sobre o paradeiro do suspeito chegou à Polícia Militar há cerca de 30 dias, informando de que ele estaria escondido em um sítio perto de Cascavel, mas que em breve estaria em Marialva.

O homem foi monitorado e, segunda-feira à tarde, foi feita a abordagem. Ele foi investigado na época do crime, mas fugiu antes que fosse submetido a coleta de material para confrontação genética no caso Beatriz. Havia um mandado de prisão em aberto contra ele pelo crime de estupro de vulnerável.

O acusado já foi preso suspeito de estuprar uma adolescente de 16 anos, fugiu, mas foi recapturado, em 2014. Ele está detido na Delegacia de Polícia Civil de Marialva.

Beatriz foi morta a poucos metros de casa onde morava com a mãe. A menina brincava na rua com um primo de 10 anos quando um homem os abordou oferecendo R$ 10 para ajudá-lo a procurar um cavalo, que estaria solto em uma área de pastagem. Beatriz seguiu o homem e foi estuprada e morta.

O corpo só foi encontrado no dia seguinte. Passados três anos do crime, a polícia ouviu cerca de 160 pessoas e coletou material para exame de 70 suspeitos, mas em nenhum caso o resultado foi compatível com o material encontrado em Beatriz. (Via Reporter Oliveira Jr.)

Nenhum comentário: