10 de setembro de 2015

Conrado Ferri, pré-candidato a prefeito diz é preciso agir

Conrado Ferri, diretor executivo do Hospital Metropolitano, é pré-candidato a prefeito pelo PSD, cuja comissão provisória é presidida por ele em Sarandi. “Essa sem dúvida foi a decisão mais importante da minha vida e não tenho a menor intenção de mudá-la.

Tenho o apoio de minha família, do meu pai, minha referência de vida e meu mentor, da minha mãe, tão importante pra mim, da minha esposa Carla, minha grande companheira, de amigos e de muitas  essoas que confiam que é preciso um jeito novo de pensar Sarandi para transformá-la. Mas confio especialmente em Deus para iluminar nosso caminho e apontar a direção certa. Enfim, estamos na luta”, afirma.

A trajetória dos Ferri se liga à história de Sarandi, onde a família está há mais de 30 anos. O Hospital Metropolitano é uma referência importante dessa vivência. “Cresci dentro de uma estrutura hospitalar e essa condição nos permite compreender muito bem as muitas necessidades das pessoas no aspecto médico”, afirma o pré-candidato a prefeito de Sarandi, acrescentado que há problemas em diversos aspectos da vida em comunidade que existe imediata intervenção. “A gente anda muito por aí e vê o povo reclamando da falta de asfalto, de emprego, de creche... Então, é preciso enxergar a cidade de uma forma mais ampla, entendendo melhor suas necessidades”.

“Mas não adianta um gestor público prometer que vai resolver todos os problemas. Contudo, dá sim para atacar problemas que  ais imediatamente afeta a vida das pessoas. Tem que fazer asfalto, construir creches, criar um  programa eficiente de desenvolvimento econômico”, afirma Conrado Ferri. “Tem que estimular as empresas locais e atrair investidores de fora com incentivos. 

Entendo que é preciso repensar Sarandi. Organizar seu crescimento futuro a partir de ações imediatas, urgentes. A cidade tem uma força enorme e é preciso canalizá-la nas organizações sociais e empresariais para que, juntos, Sarandi prospere de forma democrática e justa”, acrescenta Conrado
Ferri. (Inf. Hilário Gomes)

Nenhum comentário: