18 de julho de 2016

Fakes invadem as redes sociais

A política de Sarandi ja começa a ser marcada pelos "fakes" (perfis falso do Facebook) que não param de surgir a todo momento. Diferente das eleições onde Milton Martini foi caçado, onde quem dominava eram os blogs, uns fakes e outros não. 

O problema é que os ditos "fakes" não só atingem os políticos, mas também suas famílias em grandes dimensões. Como uma vez que fizeram uma postagem em que um pré candidato tinha morrido em um assalto, e isso trouxe transtornos a família já que tinham filhos do pré em uma chácara onde quase não tinha sinal de celular, onde crianças viram antes dos pais saberem... Imaginem o choque. 

Dizer sobre aprovar o trabalho desse ou daquele político é constitucional, pode ate chamá-lo de incompetente, mas ofender no pessoal é crime. Não é fácil identificar um "fake", porém, não é impossível, e se for pego responderá por crime cibernético. 

O melhor a fazer é não curtir ou compartilhar, pois quem o faz está sendo conivente com o assunto e pode ser responsabilizado criminalmente pelo fato. Afinal, quem compartilha está ajudando impulsionar a difamação. Já vi verdades em "fakes" e ja vi mentiras, sou contra perfis falso porque estes se escondem atrás de uma imagem ai fica fácil denegrir. Denunciem a página para o Facebook, é a melhor arma momentaneamente.

Nenhum comentário: