ESTAMOS EM MANUTENÇÃO!
iniciar        parar

7 de março de 2018

Justiça no Bairro: 15 anos e 3 milhões de atendimentos

Levar a Justiça à população econômica e socialmente vulnerável, promovendo a descentralização e garantindo maior efetividade e celeridade na prestação jurisdicional. Esse é o objetivo principal do Justiça no Bairro, programa de responsabilidade social do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) em parceria com voluntários e instituições públicas e privadas que completa neste mês uma década e meia de vida.

Criado em 29 de março de 2003, quando realizou sua primeira ação, na Rua da Cidadania do Bairro Novo, o projeto cresceu desde então. Se antes realizava ações quinzenais e apenas em Curitiba, hoje já atende a todo o Paraná levando uma gama enorme de serviços para a população, como a realização de perícias médicas e casamentos coletivos.

Os números, inclusive, ajudam a traduzir a importância da iniciativa. De acordo com a desembargadora Joeci Machado Camargo, idealizadora do Justiça no Bairro, ao longo desses 15 anos foram realizados cerca de 3 milhões de atendimentos à população, além da celebração de 25 mil casamentos.

“Quase custou a minha carreira, mas consegui. O Justiça no Bairro virou um programa do povo. Eles, inclusive, vêm aqui e exigem que continuemos com o projeto”, conta a desembargadora. “Quando o Judiciário chama, o povo confia”, complementa.

Ainda segundo a magistrada, o programa conta atualmente com 25 voluntários fixos, que atuam no centro de atendimento que fica no complexo das Varas de Família, no Centro Cívico, em Curitiba. Num dia de ação, contudo, esse número se multiplica, passando dos 400 voluntários – é que para dar conta da demana, o poder público, entidades privadas, profissionais voluntários e estudantes se unem para ajudar a resgatar os direitos dos cidadãos em situação de vulnerabilidade.

Entre os dia 22 e 24 de fevereiro, por exemplo, a ação foi realizada em Londrina, no norte do Paraná, e realizou 10 mil atendimentos, dentre eles 1 mil audiências. Já no próximo dia 23 será realizada mais uma edição do casamento coletivo, na Arena da Baixada, que deverá oficializar a união de aproximadamente 2 mil casais de Curitiba e Região Metropolitana.

Joeci Machado Camargo: trajetória de superação e preocupação social

Nomeada em 2009 desembargadora, um dos cargos mais altos do Judiciário, Joeci Machado Camargo tem uma trajetória de superação. Ainda criança, viu a família ser abandonada pelo pai e chegou a passar fome. Para estudar e garantir o sustento da família, dependeu de bolsas conquistadas ao longo da vida e também fez ‘bicos’ como diarista e babá, enquanto a mãe, a Dona Didi, trabalhava como zeladora no Sesc de Londrina, cidade em que a desembargadora nasceu.

“As dificuldades, eu não as olho. Olho para a frente, para o horizonte. Eu sigo. Não vou me deprimir, vou atrás do que eu quero. Por isso cheguei até aqui”, afirma a magistrada. “Agradeço por tudo o que passei, que é o que me deu forças. Cada porta que se fechou eu transformei numa oportunidade”, complementa Joeci, que até hoje guarda em seu gabinete aquele que considera o documento mais importante de sua vida: uma bolsa de estudos federal, que permitiu a ela e às irmãs o acesso a boas escolas.

Sobre o Justiça no Bairro, destaca que o programa é algo intrínseco à sua vida, citando como exemplo uma passagem de sua vida ocorrida quando ainda fazia o curso para magistério.

Joeci tinha uma prova oral para fazer e precisou deixar seu primeiro filho (hoje ela tem três), então com 10 anos de idade, na casa de uma amiga. Antes, passou numa igreja para orar.

“Ele (filho) pediu um irmão. Eu fiz uma oração diferente, pedindo que se fosse para passar no concurso, que fosse para tornar a vida das pessoas mais alegre, mais feliz.”

Logo depois da prova, porém, ela teve a sensação de que não passaria. Estava errada. No dia seguinte, às 9 horas, escolheu a comarca de Apucarana para iniciar sua carreira como magistrada. Um mês depois, outra surpresa: estava grávida. “Deus atendeu os dois pedidos“, recorda.

Palestras e música para celebrar o Dia da Mulher em grande estilo

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, celebrado amanhã, a desembargadora Joeci Machado Camargo, idealizadora do programa Justiça no Bairro e um exemplo da força feminina na sociedade brasileira, irá proferir uma palestra com entrada franca no dia 9 de março, às 19 horas, no Teatro Londrina (Memorial de Curitiba). 

Com entrada franca, a ação contará ainda com show cultural de Fernanda Machado, neta do saudoso capoeirista Mestre Bimba, e também terá a participação de Terezinha Beraldo Pereira Ramos, coordenadora de políticas para mulheres da Prefeitura de Curitiba.

Programa Justiça no Bairro

O que é: Criado em 2003, tem como principal finalidade a descentralização da prestação jurisdicional, sem custos, levando acesso à Justiça para a população economicamente vulnerável.

Como acompanhar: Todas as ações do programa são divulgados no rádio e na televisão, além do próprio site do Tribunal de Justiça do Paraná e também o do projeto.

Endereço: Avenida Cândido de Abreu, nº 830 
Telefone: (41) 3200-2801
Fonte: Bem paraná
Postar um comentário