PROGRAMA BOM DIA SARANDI Com Marcos Mochi, todos os sábados das 6 as 8 da manhã na 91.3 FM...

29 de abril de 2019

CRIME BRUTAL- REQUINTES DE CRUELDADE!!! Menina desaparecida na região norte do Paraná é encontrada morta, pai da garota é o principal suspeito de ter cometido o crime

O desaparecimento da menina Eduarda Shigematsu de 11 anos, moradora da cidade de Rolândia, na região de Londrina, teve um final trágico. 

A garota foi brutalmente assassinada a princípio pelo próprio pai, que nega a autoria do crime, mas sabia onde estava o cadáver da filha. 

A princípio o consultor de vendas Ricardo Seidi Shigematsu, espancou a filha até a morte e na sequência enterrou o corpo da menina, nos fundos de uma residência, situada na área central da cidade. 


O corpo da menina foi encontrado com pés e mãos amarrados, com uma camiseta no rosto, dentro de um saco de lixo.

Eduarda estava desaparecida desde o início da tarde da última quarta-feira (24). A garota residia com a avó, que procurou a delegacia de policia civil do município e registrou o chamado boletim de ocorrência. Ao tomar conhecimento do desaparecimento da adolescente, as autoridades policiais da cidade iniciaram o trabalho investigativo.

Familiares, amigos e outras pessoas foram ouvidas pelos agentes da Policia Civil. No início da tarde de hoje (domingo), após uma denúncia anônima o pai da menina foi detido. Na delegacia em seu depoimento, o homem negou ter assassinado a própria filha, porém indicou aos policiais o local exato em que estava o cadáver. O imóvel que o pai assassino enterrou a vítima, não pertence a família. Segundo relatos de testemunhas, o consultor de vendas já morou na casa.

Após os procedimentos de praxe terem sido concluídos na cena do crime, o corpo da menina foi removido e encaminhado ao Instituto Médico Legal da cidade de Londrina. A policia ainda não revelou o que levou o pai da adolescente, cometer esse crime brutal. O suspeito foi levado para um presídio da cidade de Londrina. O clima na cidade de Rolândia e de muita revolta. (Corujão/Cobra News)

Nenhum comentário: