15 de dezembro de 2020

Sanepar encontra anomalia na captação de água no rio Iguaçu e suspende abastecimento

Foto: Gazeta do Povo
A Sanepar identificou uma anomalia  na qualidade da água do Rio Iguaçu e suspendeu o abastecimento de algumas regiões. A água do Rio Iguaçu é captada para uma estação de Tratamento de Água, que tem capacidade de produção de até 3600 litros por segundo, a maior da Região Metropolitana. 

Em nota, a Sanepar avisou que já iniciou o protocolo de Atendimento a Emergências ambientais e que busca auxílio do Instituto Água e Terra para identificar as fontes do contágio.

A empresa realiza testes de qualidade nas estações a cada meia hora e como a Estação Iguaçu estava fora do padrão, precisaram adotar medidas preventivas.

Mais de 900 mil moradores de Curitiba e São José dos Pinhais estão sem água após suspeita de contaminação no Rio Iguaçu, responsável pelo abastecimento.

Os bairros afetados em Curitiba são: Água Verde, Guaíra, Parolin, Prado Velho, Rebouças, Fanny, Boqueirão, Capão Raso, CIC, Fazendinha, Hauer, Lindóia, Novo Mundo, Pinheirinho, Portão, Santa Quitéria, Seminário, Vila Izabel, Xaxim, Cabral, Juvevê, Hugo Lange, Alto da Glória, Centro, Jardim Social, Bacacheri, Alto da XV, Batel, Cajuru, Uberaba, Bigorrilho, Campina do Siqueira, Barrerinha, Ahú, Boa Vista, São Lourenço, Abranches, Bom Retiro, Mercês, Pilarzinho, São Francisco, Vista Alegre, Cascatinha, São João e Centro Cívico. Em São José dos Pinhais: Guatupê, Jardim Ipê, Cidade Jardim, Jardim Cristal, Ipê e Academia. A companhia trabalha para resolver a situação o mais rápido possível.

Reportagem: Larissa Biscaia/Lorena Pelanda (Rádio Band News)

Nenhum comentário: