21 de março de 2017

Mãe e filho são condenados nos EUA por praticarem incesto

Casal será obrigado pel Justiça a viver separadoReprodução/Daily Mail
Condenados por incesto, após assumirem um relacionamento amoroso, a americana Monica Mares, de 36 anos, e o filho dela, Caleb Peterson, de 19, terão de se separar. A decisão foi tomada na última quarta-feira (15), pelo júri da cidade de Clovis, no Estado do Novo Mexico, Estados Unidos.

A relação incestuosa veio à tona no fim do ano passado e desde então tem causado polêmica no país. Após defender sua atitude, o casal tentou na Justiça o direito de permanecer unido.

O argumento usado foi o de que ambos sofrem de uma condição rara chamada atração sexual genética e que isso deveria ser levado em consideração para que o relacionamento fosse permitido.

Mas não foi, segundo informações da rede NBC News. Eles tiveram de se declarar culpados para obterem um acordo na Justiça e não irem para a cadeia. A pena prevista era de até 18 meses de prisão. O juiz definiu que eles terão de ficar separados por 1 ano e meio, e serão monitorados de perto por autoridades.

Monica, que é mãe de outras nove crianças, deu à luz Peterson aos 16 anos e ele foi adotado por outra família. Muitos anos depois, em 2015, eles se reencontraram e, após um abraço em que ela apenas sentiu o carinho materno, começaram a sentir atração um pelo outro.

Ao jornal Daily Mail ela contou como tudo começou.

— A princípio eu disse para ele, me desculpe, mas não sei como as pessoas vão reagir a isso, eu sou sua mãe e você é meu filho, mas acabei me apaixonando por você.

Em outro desabafo feito anteriormente, a mãe afirmou que não irá desistir.

— Ele é o amor da minha vida, e eu não quero perdê-lo. Os meus filhos o amam, assim como toda a minha família. Nada poderá nos separar, nem a Justiça, nem a cadeia. (R7)

Nenhum comentário: