24 de março de 2017

Polícia civil, Militar e Guarda Municipal deflagram grande operação em Sarandi resultando em inúmeras prisões

Para combater o tráfico de drogas e outros crimes. Foram cumpridos mandados de prisão e busca e apreensão. Ao todo, oito pessoas foram presas.

Entre os presos, estão um lavrador de 62 anos, que é suspeito de estuprar um adolescente de 12 anos, que frequenta a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae). 

Segundo o delegado-chefe da Polícia Civil de Sarandi, Adão Wagner Loureiro, os laudos do Instituto Médico-Legal (IML) apontaram que houve abuso. 

O suspeito já foi interrogado e confessou. Também foi preso um motorista de 40 anos, que é suspeito de abusar sexualmente de três sobrinhas dele, todas com menos de 12 anos de idade.

No Jardim Universal, duas pessoas também foram presas – uma por adulteração do sinal de identificação de veículos e outra por falta de pagamento de pensão alimentícia. 

Um homem foi preso no Jardim Primaverão, em cumprimento a um mandado por homicídio e, no Jardim Esperança, um suposto traficante foi preso com 40 pedras de crack. As informações sobre os outros dois presos ainda não foram repassadas pela polícia à imprensa.

Ação conjunta

Os integrantes das três corporações se reuniram às 5h, na sede do 4º Batalhão de Polícia Militar e, às 6h, começaram o cumprimentos das ordens judiciais de busca, apreensão e prisão. Até as 9h, a operação foi encerrada, com todos os mandados cumpridos. O que já é apenas uma parte do trabalho que já vem sendo realizado. “Nesses dias, nós fizemos várias ações e apreendemos armas, drogas. Quase 300 pedras de crack foram tiradas de circulação. E é só o início dos trabalhos, nos próximos dias teremos novas operações” segundo Capitão Dias.

Essa foi a segunda operação integrada entre as corporações em uma semana. Na sexta-feira passada (17), um homem foi preso e uma adolescente apreendida por suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas. (Inf. Facebook GMS/O diário)

Nenhum comentário: